Technical Support Leader – TSL

naui_jornada_rebreather_prism II_bonaire

Líder de Suporte Técnico

Visão Geral e Qualificações

Este curso é destinado a capacitar instrutores NAUI, Dive Masters e Instrutores Assistentes, que também são mergulhadores técnicos para atuar como parte de uma equipe de apoio para mergulho técnico, atividades de formação e orientando mergulhos técnicos que não estão em um ambiente de teto e apenas para o nível que o TSL é certificado.

Um líder de Suporte Técnico NAUI (TSL) é qualificado para fornecer assistência às equipes de mergulhadores técnicos, auxiliar durante o treino ou atividades de pós-certificação de mergulho e guia de mergulhos técnicos em condições de mergulho e métodos que se aproximam daqueles em que o TSL foi treinado. Estes deveres podem eventualmente incluir troca de equipamentos, remoção e substituição de gases de descompressão por estágios e equipamentos, aparelhamento e criação de postos de descompressão e gases, monitoramento dos mergulhadores durante a subida e nas paradas de descompressão por estágios, e auxiliando com evacuação de emergência. Um TSL NAUI em estado ativo é qualificado para ajudar um Instrutor de Mergulho Técnico NAUI em estado ativo em instrução de mergulho técnico.

Quem pode Ensinar

  • Qualquer Instrutor NAUI com estado ativo que seja:
    • Certificado como um Mergulhador de Técnicas Descompressivas NAUI ou equivalente, e
    • Concluído o processo de aplicação de instrutor e recebido do Departamento de Treinamento NAUI a designação de Instrutor Técnico para ministrar este curso.

PRÉ-REQUISITOS

  • Idade. Mínimo de 18 (dezoito) anos para a parte prática na água.
  • Certificação / Experiência / Conhecimento.
    • Instrutor NAUI, Dive Master NAUI ou Assistente de Instrutor NAUI.
    • Certificado como um Mergulhador de Técnicas Descompressivas NAUI ou equivalente.
    • Primeiros Socorros NAUI, RCP, e Provedor de Oxigênio ou equivalente.
    • Mergulhador de Resgate NAUI ou equivalente.
    • Comprovar, pelo menos, 50 (cinquenta) mergulhos registrados e certificado como Mergulhador de Técnicas Descompressivas NAUI ou equivalente.
    • O instrutor deve assegurar o conhecimento e a capacidade adequada dos alunos antes de qualquer treinamento em águas abertas e deve usar a verificação de habilidades ou outro tipo de avaliação para fazê-lo. Um mergulho em águas abertas (que não conta para o número mínimo de mergulhos necessários para o curso) pode ser utilizado como uma verificação de habilidade prática e ser aprovado na prova escrita do curso de mergulho autônomo NAUI. Isto não é necessário quando as habilidades de mergulho do aluno são bem conhecidas do instrutor.

Regras

  • Proporções. Um máximo de 8 (oito) alunos por instrutor NAUI em estado ativo é permitido em águas abertas.
  • Horas Acadêmicas Estimadas. 5 (cinco) horas.
  • Aplicação Prática.
    • NÚMERO MÍNIMO DE MERGULHOS.
      • O número mínimo de mergulhos em águas abertas é 3 (três).
    • Limitações.
      • 3 (três) mergulhos para completar os requerimentos da lista de habilidades do curso; 2 (dois) destes devem incluir respostas a emergências e evacuação.
      • A profundidade máxima e os gases a serem utilizados pelo TSL não deve exceder as qualificações de mergulhador técnico já obtida pelo TSL.
    • Equipamentos. Os equipamentos a seguir são necessários para cada aluno além aos requisitados nas “Regras Aplicáveis ​​a Todos os Cursos de Treinamento de Mergulho Técnico”.
      • Analisador de oxigênio / de hélio (deve ser fornecido ou alugado para uso durante o curso).
      • A utilização de computadores de mergulho é permitida para ser utilizado como medidor de profundidade e como redundância de tabelas a prova d’água e dispositivos de temporização e planejamento de mergulho.
      • Cabo de Subida em carretilha adequado para a profundidade máxima planejada, e marcadores de superfície (2 (dois) de cada).
      • Luzes subaquáticas redundantes.
      • Um mínimo de 2 (dois) dispositivos para corte de cabos.
      • 2 (dois) spools de segurança por mergulhador.
      • Tabelas de descompressão à prova d’água.
      • Um fornecimento de gás adequado para os mergulhos planejados, considerando reservas, cenários de perda do fornecimento de gás, obrigações de descompressões, com sistema redundante de respiração de gases necessário, e com medidores de pressão submersíveis separados para cada cilindro.
      • Equipamentos especializados incluindo cesta / maca e equipamento de reanimação.
      • Equipamento adicional opcional do mergulhador necessário se estiver liderando um mergulho.

Requisitos – Acadêmicos

(Remediação de conhecimento do assunto específico, conforme necessário) Esta é uma revisão e continuação do material coberto no Manual do Mergulhador Técnico NAUI. Está incluído também a teoria sobre o RGBM e suas tabelas, física, fisiologia, e os aspectos médicos, e sua aplicação no planejamento do mergulho descompressivo com ênfase especial nos mecanismos de formação de bolhas, uma revisão nos modelos de parada profunda e sua teoria, a perfusão e difusão dos gases inertes, profundidade equivalente de narcose (END), vantagens da utilização de misturas de ar enriquecida com oxigênio para descompressão, toxicidade do oxigênio (corpo inteiro, toxicidade do Sistema Nervoso Central – SNC, OTUs[1] / UPTD[2]s), hipóxia, narcose por nitrogênio, tensão do gás inerte nos tecidos, tensão do gás inerte inspirado, “paradas de precaução” em comparação com paradas obrigatórias, taxas de subida / descida, a toxicidade do dióxido de carbono, a toxicidade do monóxido de carbono, hipertermia, hipotermia, considerações psicológicas; quantidade de tarefas, estresse, estreitamento de percepção, gestão do tempo de mergulho, e pânico. Além disso, deve-se cobrir técnicas de propulsão, isto é, evitar suspensão, melhor mistura e profundidade operacional máxima e, opções de descompressão.

Requisitos – Habilidades

Esta é uma revisão e uma continuação das habilidades demonstradas nos cursos técnicos NAUI. Está incluída a proficiência na Configuração de Equipamento Técnico NAUI (NTEC), inspeção de equipamentos, necessidades de oxigênio e garantias, sistemas de descompressão utilizadas em aplicações com equipes de mergulho técnico, revisão das considerações em ambientes com teto, e considerações da descompressão de emergência (correnteza). Também deve estar coberto uma revisão completa das responsabilidades da equipe de apoio para cada membro da equipe, por exemplo, tripulação, membros da equipe / líderes, e os capitães do barco. Os métodos e protocolos da comunicação com a Equipe de apoio de superfície e com a equipe de apoio subaquático devem ser revistos. Os protocolos de subida da Equipe de Suporte de Mergulho para limites de profundidade (oxigênio, profundidade equivalente narcótica (END), e os limites de não-descompressão), protocolos de rebreather (acompanhando mergulhadores com rebreather, procedimentos de emergência ou “bail out”, primeiros socorros para o caso de coquetel cáustico, e salvamento de mergulhador inconsciente), resposta a emergência com o mergulhador, e hidratação em água, todos devem ser cobertos. Procedimentos de evacuação e de emergência escritos incluindo plano de mergulhador perdido, procedimentos de recompressão na água para lugares remotos, locais de câmaras com números de telefone e as chamadas de rádio, evacuações por helicóptero, procedimentos de descompressão omitida, e técnicas de manuseio de barcos devem ser revistos e demonstrados. A ênfase deve ser dada no Planejador do Time Trimix NAUI.

  • Os alunos devem analisar e rotular sua própria mistura de gás para respiração e planejar e executar com segurança cada mergulho.
  • Planejamento de mergulho deve incluir limites com base em: consumo de gás, exposições a toxicidade de oxigênio, absorção de gás inerte para cada mergulho, e a mistura de gás para respiração.
  • Cada mergulhador deve demonstrar:
    • Comutação e isolamento de um regulador em mau funcionamento, inicialmente em águas confinadas, e após conseguir demonstrar adequadamente, a uma profundidade entre 10 (dez) e 20 (vinte) msw / 33 (trinta e três) e 66 (sessenta e seis) fsw.
    • Compartilhamento de ar com a mangueira longa de 1.5 (um ponto cinco) a 2.5 (dois ponto cinco) metros / 5 (cinco) a 8 (oito) pés através de uma restrição simulada.
    • Localizar um cabo de penetração perdido.
    • Procedimento de águas com suspensão / negras.
    • Navegação Subaquática de acordo com o plano de mergulho.
    • Lançamento de um marcador de superfície.
  • Cada mergulhador deve participar e demonstrar proficiência em:
    • Configuração de Equipamento Técnico NAUI (NTEC), trabalho em equipe.
    • Utilização de equipamento de descompressão por estágios dentro d’água.
    • Transporte dos cilindros de gás de descompressão e localização de mergulhadores que realizam descompressão por estágios.
  • Cada mergulhador deve participar de simulações de emergências e resgate de mergulhador para incluir:
    • Gerenciamento de mergulhador demonstrando toxicidade por oxigênio dentro d’água.
    • Cenário “Falta de ar/gás”.
    • Cenário mergulhador perdido.
    • Cenário de descompressão perdida, incluindo opções usando EANx e oxigênio e a necessidade de pausas de ar de 5 (cinco) minutos a cada 20 (vinte) minutos durante a descompressão por estágios e o fenômeno off quando se utiliza 100 (cem) % de oxigênio.
    • Reconhecer e guiar um mergulhador em pânico ou estressado durante a descompressão e para a superfície.

Requisitos – Avaliações

Ver “Regras que se Aplicam a Todos os Cursos Certificatórios da NAUI: Avaliação e Documentação”.

[1] Oxygen Tolerance Units

[2] Unit Pulmonary Toxicity Dose