Intro to Tech

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Introdução ao Mergulho Técnico

Visão Geral e Qualificações

Este curso é projetado para dar ao Mergulhador Básico ou Avançado uma oportunidade para melhorar suas habilidades, conhecimentos e configuração de equipamentos, aumentando assim a sua segurança e eficiência. Este curso também se destina a introduzir os mergulhadores aos rigores do treinamento de mergulho técnico.

Os graduados são considerados competentes para entrar em um curso de Mergulhador Técnico NAUI desde que todos os pré-requisitos sejam atendidos. Este curso dá a mergulhadores recreativos a capacidade de aumentar a sua confiança e habilidades mantendo-se dentro dos limites de não-descompressão, e através da utilização de configurações de equipamento limpas e eficientes, os mergulhadores terão a liberdade para melhorar suas habilidades. Graduados serão mais qualificados, conscientes e responsáveis. Além disso, são objetivos do curso a melhoria das competências não-técnicas e técnicas e a construção da confiança do mergulhador.
Quem pode Ensinar

  • Qualquer instrutor NAUI com estado ativo que for:
    • Certificado como Mergulhador de Técnicas Descompressivas NAUI ou equivalente, e
    • Aprovado no Curso de Instrutor de Mergulho Técnico NAUI e completar o processo de aplicação para Instrutor Técnico para ministrar este curso do Departamento de Treinamento NAUI.

PRÉ-REQUISITOS

  • Idade. Mínimo de 18 (dezoito) anos para a parte prática na água.
  • Certificação / Experiência / Conhecimento.
    • Mergulhador Autônomo Básico NAUI ou equivalente.
    • Mergulhador Autônomo EANx NAUI ou equivalente.
    • Comprovar, pelo menos, 25 (vinte e cinco) mergulhos registrados sendo 10 (dez) mergulhos EANx.
    • O instrutor deve assegurar o conhecimento e a capacidade adequada dos alunos antes de qualquer treinamento em águas abertas e deve usar a verificação de habilidades ou outro tipo de avaliação para fazê-lo. Um mergulho em águas abertas (que não conta para o número mínimo de mergulhos necessários para o curso) pode ser utilizado como uma verificação de habilidade prática e ser aprovado na prova escrita do curso de mergulho autônomo NAUI. Isto não é necessário quando as habilidades de mergulho do aluno são bem conhecidas do instrutor.

Regras

  • Proporções.
    • Um máximo de 4 (quatro) alunos por instrutor NAUI em estado ativo é permitido em águas abertas.
    • O uso de assistentes (Líderes de Suporte Técnico NAUI) com experiência específica em mergulho técnico é recomendado fortemente e aumenta a razão alunos por instrutor para 6 (seis) alunos por Instrutor em estado ativo NAUI.
  • Horas Acadêmicas Estimadas. 5 (cinco) horas.
  • Aplicação Prática.
    • NÚMERO MÍNIMO DE MERGULHOS.
      • O número mínimo de mergulhos em águas abertas é 4 (quatro).
      • Nenhum mergulho deve exceder 18 (dezoito) metros / 60 (sessenta) pés.
      • Nenhum mergulho pode ser executado em ambientes com teto[1].
    • Equipamentos. Os equipamentos a seguir são necessários para cada aluno além dos requisitados nas “Regras Aplicáveis ​​a Todos os Cursos de Treinamento de Mergulho Técnico”.
      • Os mergulhos podem ser executados com cilindro único (com válvula “H” ou “Y”) ou com uma configuração de cilindro duplo, com registro isolamento (manifold).
      • Se EANx for usado, um analisador de oxigênio deve ser fornecido ou alugados para uso durante o curso.
      • Computadores de Mergulho são autorizados para serem utilizados como medidores de profundidade e, como backup para tabelas impermeáveis ​​e dispositivos de temporização e para planejamento de mergulho.
      • Carretilha com um cabo para subida e marcador de superfície, para a profundidade máxima.
      • Um mínimo de um dispositivo de corte de linha.
      • Tabelas de mergulho à prova d’água.
      • Equipamento adicional opcional de mergulho, conforme necessário.

Requisitos – Acadêmicos

(Adaptação do conhecimento de um assunto específico conforme necessário)

Esta é uma introdução do material coberto no Manual de Mergulho Técnico NAUI. No material estão incluídas as tabelas e a teoria do RGBM – Reduced Gradient Bubble Model, física, fisiologia e aspectos médicos aplicado ao planejamento de mergulhos com descompressão (com ênfase especial nos mecanismos de formação de bolhas), uma análise da perfusão e difusão de gás inerte, profundidade equivalente de narcose (END), vantagens das misturas de ar enriquecido com oxigênio para descompressão, intoxicação por oxigênio, e gestão do tempo de mergulho. Também deve ser coberta a profundidade máxima de operação, cálculos desta mistura e opções de descompressão utilizando EANx e oxigênio. As considerações de planejamento de mergulho relativos a profundidade, tempo, mistura de gases, descompressão simulada, quantidades de gás, logística e contingências.

Requisitos – Habilidades

Esta é uma introdução das habilidades demonstradas nos cursos de Mergulhador Técnico NAUI. O foco deve ser na flutuabilidade adequada do mergulhador e seu equilíbrio (trim). Técnicas de propulsão são introduzidas, incluindo técnica de batida de sapo (frog kick), batimento de pernas modificado, giros de helicóptero, e natação de ré.

Também deve ser incluído e a Configuração Equipamento Técnico NAUI (NTEC), inspeção de equipamentos, técnicas de descompressão utilizadas nas equipe de mergulho e uma introdução às considerações ao ambiente com teto. Uma introdução para apoiar as operações de equipe, descompressão simulada, Liberação de marcador de superfície, e utilização de carretilhas são também cobertas.

  • Cada aluno deve analisar a sua própria mistura de gás de respiração e planejar e executar com segurança cada mergulho.
  • Planejamento do mergulho deve incluir limites com base em seu consumo de gás, exposições de toxicidade de oxigênio e absorção de gás inerte para cada mergulho e mistura de gás de respiração.
  • Cada mergulhador deve demonstrar:
    • Troca e isolamento de regulador com mau funcionamento, inicialmente em águas confinadas e, após sua realização adequada, em águas abertas a uma profundidade de 10 (dez) msw / 33 (trinta e três) fsw ou menos.
    • Compartilhamento de ar utilizando a mangueira de 1,5 (um ponto cinco) a 2,4 (dois ponto quatro) metros / 5 (cinco) a 8 (oito) pés através de uma restrição simulada, navegação submarina apropriada ao plano de mergulho.
    • Liberação de um marcador de superfície.
    • Flutuabilidade adequada e equilíbrio (trim) durante todo o mergulho e ser capaz de pairar sem natação a 6 (seis) metros / 20 (vinte) fsw por 5 (cinco) minutos.
    • Proficiência em NTEC.
  • Cada mergulhador deve participar em emergências e simulação de resgate de mergulhador para incluir:
    • Gerenciamento de mergulhador apresentando toxicidade de oxigênio embaixo d’água.
    • Cenário “falta de ar/gás”

Requisitos – Avaliações

Ver “Regras que se Aplicam a Todos os Cursos Certificatórios da NAUI: Avaliação e Documentação”.

[1] Ambiente com teto, por definição, é um ambiente sem acesso direto à superfície. Pode ser real ou virtual.